segunda-feira, 10 de maio de 2010

Um aplicativo para tudo.

Sei que Andréa, minha namorada, vai reclamar desse post. Ela sempre reclama dizendo: Eu acho que você devia valorizar mais o seu blog, postar mais coisas escritas por você... Você escreve tão bem!

Em parte ela tem razão, às vezes eu passo muito tempo sem escrever por aqui. Mas desta vez ela precisa me perdoar, porque uma iniciativa tão legal não pode passar em branco. Matéria da Revista Crescer.

 

Pai cria aplicativo de iPhone para ajudar filha com necessidades especiais

Britânico desenvolve software, já à venda no site da Apple, que facilita a comunicação entre pais e crianças que não conseguem falar

Crescer

  Reprodução
Martin Brooks, um pai britânico, usou a tecnologia disponível no iPhone para criar uma nova maneira de se comunicar com sua filha, Mia, 5 anos, que tem paralisia cerebral. Ela não pode andar, falar e não tem controle sobre os movimentos do corpo. A única forma de expressão de Mia é o olhar.

De acordo com o jornal Daily Mail, ele se inspirou no slogan do iPhone - “um aplicativo para tudo” - para criar um programa que permite que a filha expresse suas vontades ao olhar para uma imagem na tela do celular - não, ele não é um programador nem especialista em conteúdo digital, mas gosta de tecnologia e luta por progessos que facilitem o dia a dia da filha.

O aplicativo funciona assim: as imagens representam as necessidades cotidianas, como comer, ir ao banheiro e beber água. Além disso, a criança ouve a voz dos pais todas as vezes que ela seleciona uma imagem. O programa está a venda no site da Apple e já foi baixado por mais de 1.300 usuários. Para baixar, clique aqui.

2 comentários:

  1. Não e um comentário de amigo e sim de quem também ver a vida sempre de baixo e quero deixar bem claro andrea tem razão e já te falei isso, vc e para e não mental, aproveita o que Deus te deixou de bom a inteligência e a facilidade com as palavras escritas... o resto vem naturalmente como te falei tenho um sonho, que um dia os cadeirantes sejam respeitado pela sua capacidade de pensar e não a de andar, essa parte, tenho um sonho foi usado por martin luther king o resto e meu, não sou tão bom com as palavras rs...é disso que estava falando o que tem no blob não é ficção e realidade pura, são pessoas falando de si mesma não tem editores nem redatores e a lesão como ela é tiro o meu chapéu não... no nosso caso o coletor.

    ResponderExcluir
  2. para os seguidores do glog e impresionante o quantos as falcudades e univer ainda não chegaram na realidade atual, a população de caderirantes que cresce no pais por varios motivos que conhecemos, o tema sexualidade do cadeirante e quase desconhecido, setores como psicologia, enfermagem e outros que um dia vai com certeza se deparar com essa realidade principalmente em areas relevantes como a de fisioterapia que passa paliativamante pelo o assunto. Em uma palestra para alunos de psico as duvidas eram constantes imagine a situação dos cadeirantes que não tiveram oportunidade de ter aulas sobre o tema e vivem na total ingnorancia, como na educação especial das instituições apenas tem a matéria só para cumprir tabela fica mais dificil, qualquer duvida sobre o assunto deixe o recado no blog que na medida do possivél esclarecemos
    ai ronald saude meu veio...

    ResponderExcluir