quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

A casa do Senhor.


Ontem eu fui à missa de formatura do meu primo, aqui na catedral de Aracaju. Como era de se esperar, a igreja estava lotada e o espaço em volta dela todo ocupado por carros, não estava tão iluminada, nem com tanto espaço livre como nessa foto aí em cima. Fui dirigindo com minha mãe, minha prima e meu priminho (filho dela) de passageiros. Meu pai, que já tinha chegado antes à igreja, nos ligou duas vezes, preocupado com o meu acesso. Estacionei o carro na rua, passei pra cadeira e fui em direção à praça onde fica a igreja.
Eis que pra minha surpresa (na verdade nem foi tão surpreendente assim), a passagem por onde eu deveria chegar à rampa estava bloqueada por alguns carros. Grande novidade! Meu pai foi logo sugerindo que me levantassem, me colocassem em cima do canteiro, pra que eu pudesse descer mais na frente. Como eu já disse num post anterior (pra ler é só clicar aqui), não gosto de ser carregado, além de ser um pouco incômodo, não é muito seguro. Preferi dar uma volta e ver se conseguia passar por algum lugar, mesmo com a insistência do meu pai: "Não tem lugar! Não dá pra passar, eu já vi tudo por aí!".
Quem me conhece sabe que eu sou teimoso e que pra mudar minha opinião você vai ter, no mínimo, um pouco de trabalho. Minha teimosia foi recompensada, consegui encontrar espaço entre alguns carros pra passar com a minha cadeira e cheguei até os degraus que davam acesso à majestosa Catedral Metropolitana de Aracaju. Chegando lá, meu tio Neto, sugeriu mais uma vez que eles me levantassem pra colocar lá em cima. Vocês acham que ele me convenceu? Conversei com o rapaz que estava com um isopor vendendo bebidas, pedi licença pra duas ou três pessoas e voilà! Como que por mágica, cheguei à rampa.
Mas por Deus, por que tanta dificuldade pra chegar à casa do Senhor? Tudo bem que eu não sou um menino religioso, não gosto de frequentar a missa, etc. Mas não fui comunicado que estava proibido de frequentar a casa Dele. Bom, pelo menos até agora Ele não me enviou nenhum anjo, como costumava fazer antigamente, segundo a Bíblia, nem sequer um memorando, uma circular que fosse, pra me informar que eu estava proibido de frequentar Sua casa.
Toda essa baboseira é só pra lembrar que o acesso universal deve ser pensado e preservado por todos, a começar pelos motoristas que estacionaram os carros na passagem que dava acesso à rampa. Acho que vou protocolar uma reclamação formal, pra garantir o meu acesso todas as vezes que eu decidir ir à igreja, só não sei como fazer isso. Alguém aí tem o telefone do SAC do céu?

12 comentários:

  1. Adorei este post. Percebo que vc é um cara de força.
    Mas hj passei aqui pra dizer que deixei um selinho pra você lá no meu blog, ok. Terá que me visitar pra pegar, tá.

    Continue relatando suas aventuras

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Obrigaaado! Mas ainda n entendi esse negócio de selos! hehehe. Como funciona?

    ResponderExcluir
  3. ola Ronald...mto bacana o post. De fato precisamos ser firmes qdo tratamos de assuntos como acessibilidade.Curti seu espaço.Sou aqui de sampa. e nao conheco Sergipe ainda. Me convida?kkkk Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi Dá, q bom que gostou! Morei aí em Sampa durante quatro anos e não teria ido embora se não fosse o meu acidente. Adoro a cidade! E vc não conhece Sergipe? Não sabe oq tá perdendo, as portas estão abertas. Vem qdo? rsrsrs Abraaaço

    ResponderExcluir
  5. rsrsr Valeu pela visita e pela recepçao! Essa semana eu conversava com um amigo que me disse, que nao sabe como nasci paulista e branquela! kkk
    Bjo gde a gente se fala!

    ResponderExcluir
  6. Valeu Raquel, seus comentários serão sempre bem vindos.

    ResponderExcluir
  7. Se a gente fosse deixar de ir a algum lugar td vez que algum SEM NOÇÃO resolver bloquear nossa passagem, só ia ficar em casa e olha lá, pq as vezes na rampa aqui do meu condominio fica com uns vasos e não consigo tirar e nem passar...

    muito bom sua força e seu senso de humor cara!
    abraço

    ResponderExcluir
  8. Valeu Willian (ou Aline... n sei, hehehe) É isso mesmo, se a gente não der as caras as coisas nunca vão melhorar!

    ResponderExcluir
  9. Os anjos podiam dar uma ajudinha ne?kkkkk
    bjs

    ResponderExcluir