segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Ser carregado? Eu e o Batman odiamos.


Eu estava sem nada pra fazer, zapeando entre os canais da televisão, quando parei em um dos canais da HBO, um famoso canal de filmes por assinatura, que estava passando o filme "Superman e Batman - Inimigos Públicos". Eu sempre fui meio fã de desenho animado e comecei a assistir o filme. Em determinado momento, Superman e Batman precisam invadir um laboratório pra provar a inocência do Superman em um assassinato, cuja vítima não lembro quem era.
Enfim, lá estão eles no teto do laboratório e precisam descer para procurar as evidências. O Superman, naturalmente, desce voando e o Batman usa a batcorda. Chegando ao chão, o homem-de-aço diz ao morcegão que ele não precisava ter usado a batcorda, já que ele poderia tê-lo carregado. O Batman responde com aquela sutileza que lhe é peculiar: "Eu odeio isso!". Lembrei de mim na hora, eu também odeio. Primeiro porque não é muito seguro e eu sempre fico com medo de cair, em segundo lugar porque, apesar de conseguir lidar razoavelmente bem com minha condição, não gosto da dependência que ela me causa em certas situações.
Eu chego a evitar frequentar lugares ou me colocar em situações que possam me causar depedência em relação aos outros. Claro que eu sei que a grande maioria das pessoas ajuda com muito boa vontade, mas eu prezo muito pela minha independência, pela autonomia, e gosto de me sentir assim. Muita gente pode achar bobagem minha, mas cada um tem suas particularidades, outros cadeirantes podem achar natural e não se incomodar em serem carregados. Eu prefiro não, por isso, ser carregado só em caso de necessidade, quando não tem jeito. E você cadeirante, alguma coisa te incomoda?

Um comentário: