terça-feira, 11 de agosto de 2009

Keep walking


Engraçado ouvir isso de um paraplégico, né? Mas é o sentido da frase que conta. Sabe aquele ditado que diz: “Pra morrer basta estar vivo”? Pois então, acho que a coisa é bem por aí. Há pouco tempo comecei a treinar basquete em cadeira de rodas e lá conheci histórias muito diferentes entre si, mas cada uma com sua “tragédia pessoal”.
Um dos meus companheiros foi vítima de bala perdida aos nove anos quando brincava na porta de casa. Cara, você já se deu conta do que é isso? O moleque era uma criança, mal tinha deixado de molhar as calças e, de uma hora pra outra, acabou ficando paraplégico. A adolescência por si só já é uma fase complicada, imagine como foi enfrentar todas as dúvidas e inseguranças desse período numa situação completamente diferente dos amigos, ainda mais num momento em que tudo o que queremos é nos sentir parte de um grupo, estar integrado. Deve ter sido dureza.
Lá cada um tem sua história, alguns são vítimas da pólio, outros sofreram acidentes automobilísticos, dois ou três amputados, enfim, vários casos diferentes, cada um mais estropiado que o outro. Todos sofreram mudanças bruscas nas suas vidas e seguiram em frente, como eu estou tentando fazer. O mundo não vai parar pra que eu resolva meus problemas, nem você os seus.
Lá se foram três anos, e eu continuo aqui. Às vezes fraquejo, mas reúno forças; penso em desistir, mas continuo lutando; penso em parar, mas sigo em frente; me sinto quebrado, mas junto os cacos e bola pra frente. Estou aprendendo bastante com aquele monte de aleijados, principalmente a fazer piada da própria desgraça.No fim das contas temos que fazer como o velho Johnny, meu companheiro de aventuras: Keep walking! (Que no meu caso seria Keep riding, ou coisa parecida).
Obs.: Antes que alguém se pergunte, meu acidente não foi causado por bebida. A figura é apenas um toque de humor negro.

3 comentários:

  1. E ai irmão!

    Bem legal seu blog, to acompanhando alguns textos. queria te mostrar o blog de um camarada colombiano, muleque, 29 anos, por ai, tetra por acidente de carro e que começou um projeto bem interessante de forma simples e pequena e agora é um exemplo de projeto de saude integral, com varias dimensões como esportes, construções, finanças e outras (nada a ver com o conceito de saude clinica da medicina convencional).

    qquer coisa meu email é diogojorge79@hotmail.com
    abraço!

    diogo

    ResponderExcluir
  2. obs, o endereço é: www.arcangeles.org

    abraço!

    diogo

    ResponderExcluir
  3. Tu escreve muito bem, Ronald!
    Força na peruca e vamos em frente!
    Bjs Ju

    ResponderExcluir