segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Gandulas Cadeirantes


O jogo São Paulo x Avaí, realizado ontem (20/10/2019) pela 27ª rodada do Brasileirão foi palco de uma ação muito legal. Os gandulas do jogo foram substituídos por 10 paratletas, 7 cadeirantes e 3 com próteses, numa parceria entre o São Paulo e a MRV.
"Ah, mas isso é só uma ação de Marketing!", diriam os chatonildos de plantão... Sim, mas o que há de errado nisso? Toda e qualquer ferramenta utilizada para divulgar ideias importantes será sempre válida e muito bem vinda.
"A ação “Gandulas Cadeirantes” da MRV, criada pela agência DAVID, tem o objetivo de chamar a atenção do público para o fato de que a única barreira a ser rompida é a do preconceito.", diz o texto da matéria no site do clube, que você pode conferir na íntegra aqui. Outro trecho, que acho mais relevante diz o seguinte: “A inclusão e a acessibilidade são fundamentais. A locomoção é um direito de todos e acreditamos que juntos podemos fazer com que mais espaços sejam acessíveis”, explica Rodrigo Resende, diretor de marketing e novos negócios da MRV.
Com relação a esta última declaração, gostaria de compartilhar uma experiência própria. Acabo de voltar da Europa por conta de uma viagem que fiz com a família e cheguei com a certeza que aqui no Brasil estamos mais antenados com a questão da inclusão. Visitei cidades turísticas, especialmente na Itália, a exemplo de Roma e Florença, e passei belos perrengues em vários lugares. Apesar de algumas exceções, a maioria dos lugares deixava muito a desejar no tocante à inclusão e acessibilidade. Mas isso é assunto pra outro post, que devo dividir com vocês em breve.
Parabéns ao São Paulo e à MRV pela iniciativa, foi uma atitude de campeão. Mas, claro, o título este ano deve ficar com o Mengão.
Sem mais, vou ficando por aqui. Beijo nas crianças e SEGUE O LÍDER!

Nenhum comentário:

Postar um comentário