sábado, 1 de fevereiro de 2014

Força, Laís!


Força, Laís! Eu já estive onde você se encontra agora. Talvez seja por isso essa angústia que sinto quando vejo alguma notícia a seu respeito ou simplesmente lembro da situação.

"Força, Laís!". Digo pra mim mesmo sempre que ouço especulações a respeito do seu estado de saúde: "Laís Souza pode nunca mais voltar a respirar sem a ajuda de aparelhos"; "Laís Souza não mexe braços e pernas"; "Laís Souza pode ter sequelas irreversíveis"... Espero que você não se prenda a previsões, elas não são certezas. Pense no agora.

Força, Laís! É difícil estar preso à imobilidade recém-adquirida do corpo, mas o processo é lento, requer paciência. A última notícia que tive é que a sua mãe já está ao seu lado. Aproveite, isso faz toda a diferença.

Força, Laís! Aposto que a toda hora você recebe recados da família, amigos e até desconhecidos que estão torcendo por você (inclusive eu). É muito bom se sentir querido, então abrace esse sentimento, as orações de todos por você.

Força, Laís! A vértebra deslocada, a medula comprimida, não são sentenças absolutas. Eu cheguei a ouvir prognósticos muito ruins que não se confirmaram.

Força, Laís! Situações como essa são acidentes e acontecem diariamente. Mas o fato de você ser uma pessoa pública traz a notícia pra dentro da casa das pessoas e acho que por isso me sinto tão próximo da situação, me pego lembrando do que aconteceu comigo. Então desejo que você mantenha a serenidade que eu, felizmente, consegui durante a internação; que você receba tanto carinho quanto eu recebi e que consiga transformar esse sentimento das pessoas em energia positiva.

Força, Laís! Lesão medular não é brincadeira, mas eu não ouvi nenhuma declaração afirmando que você lesionou a medula seriamente. A vértebra foi deslocada, a medula comprimida e isso gerou um edema (pelo menos assim foi divulgado). A minha torcida é para que não seja nada além disso e que você se recupere por completo. E se, por infelicidade, houver sequelas, que elas sejam as menores possíveis.

Força, Laís! A minha torcida é total por você e é isso que eu tenho a dizer: força!

2 comentários: